Thursday, October 27, 2005

Mal entendido - ou - Meu diploma - Parte 1


Me dei conta um dia desses de que, sem querer, acabei criando um mal entendido quanto a minha situação profissional aqui no blog.
De vez em quando, eu recebo e-mails de pessoas querendo saber o que foi que eu fiz para conseguir trabalhar como dentista no Canadá e eu me pergunto: "Mas esse povo não lê o blog não? Eu não trabalho como dentista"! Mas foi apenas apos revisar os meus posts que eu percebi que realmente eu não havia sido muito clara.

Assim sendo, resolvi deixar registrada aqui a minha experiência. O meu objetivo não é desanimar ninguém. O relato que se segue diz respeito ao que aconteceu comigo há mais de 3 anos. Muita coisa ou nada pode ter mudado.



"Me formei em Odontologia em dezembro de 1999 e cehguei em Montreal em dezembro de 2001. Meus miseros dois anos de prática no Brasil não foram muito encorajadores. Eu não abri o meu proprio consultorio e acabei trabalhando para outros dentistas, voluntariando na minha faculdade e fazendo mais cursos. Fiquei um pouco desencantada com a situação da profissão em São Paulo. A cidade estava infestada de dentistas e de faculdades de odontologia. Não sei se o mercado se regularizou agora mas quando eu estava por lá, a situação estava de dar medo. É claro que o inicio é dificil para todo mundo e ninguém faz fortuna com dois anos de profissão mas foi um pouco decepcionante.

Tudo isso acabou contribuindo para que eu não olhasse muito para trás no momento da minha mudança. Eu sabia que nada poderia ser pior do que o desrespeito dado ao diploma universitário no Brasil. Quando estava assinando os papéis para a minha imigração eu assinei também um documento dizendo que eu estava ciente de que teria que passar por processos de equivalência para poder exercer a minha profissão no Quebec e que a minha insersão no mercado não seria automática. Tudo perfeitamente compreensivel. Assinei.

Chegando em Montreal tratei logo de validar o meu diploma. Recebi um documento oficial do governo de Quebec atestando que eu tenho tantos anos de escolaridade e que posso carregar o titulo de "Bacharel em Medicina Dentaria". Acontece que aqui a odontologia funciona como o direito no Brasil. Não basta ter o diploma, precisa passar no exame da ordem. Academicamente, o meu diploma brasileiro é válido. Posso fazer mestrado, curso de especialização, pesquisa... so não posso exercer a profissão. Assim sendo, fui procurar a Ordem dos Dentistas do Quebec para me informar sobre o tal exame.

A ordem me passou os formulários e me informou que o exame acontece apenas uma vez por ano. A inscrição deve ser feita até o mês de março ($1.000) e se o seu caso for aceito você pode começar uma bateria de exames que começa no verão e termina no mês de novembro. Cada exame ou entrevista custa entre $3.000 e $5.000 e você tem que trazer o seu proprio material e intrumentos para os examens práticos. Levei os papéis para casa e li tudo várias vezes. Recém casada, sem falar francês ainda, sem grana... meus sogros se ofereceram para emprestar o dinheiro para os exames mas eu fiquei com muito medo.

Algumas semanas mais tarde, recontactei a ordem para fazer perguntas do tipo: Aproximadamente quantas pessoas fazem esse exame por ano? Quantas passam no exame e quantas são reprovadas? Se eu não passar e tiver que tentar de novo, tenho que pagar todas as taxas novamente? Infelizmente, não obtive respostas claras e satisfatorias para nenhuma das minhas perguntas mas a senhora deixou bem claro que a taxa de inscrição já havia sofrido um aumento e de que agora custava $2.000. (Notou o aumento de 100%)?

Foi ai que eu fiquei com o pé atrás e resolvi pesquisar mais. Fui procurar conhecer dentistas que tenham feito o exame e so ouvi historias de horror. Encontrei dentistas brasileiros que venderam o consultorio no Brasil, gastaram TODO o dinheiro com os exames e não passaram, gente que já estava na terceira tentativa, gente que desistiu e voltou para faculdade para começar tudo do zero.Encontrei de tudo. So não encontrei alguém que tivesse passado e estivesse exercendo.

Desisti do exame".


Aguardem a parte 2.

18 comments:

Luly :) said...

Oi, Q!

Quero ler a parte 2!! Também achei que vc estava trabalhando como dentista depois do curso que vc fez...
E olha que leio o blog todos os dias, hein?!

Bjocas

Zana said...

Nossa, Queila, é de desanimar mesmo! Eu sabia que o curso que vc fez não era para trabalhar como dentista, mas também, a gente "se conhece" há um tempinho, né? :D

bjão!

Flávia said...

Queila,
Que coincidência ! Hoje coloquei um post sobre as perguntas que as pessoas me fazem para exercer a minha profissão aqui. Só que não sou fina como você...
Minha dentista aqui é brasileira e tem um consultório chiquérrimo só dela. Sei que há uma outra dentista brasileira com uma clínica aqui em Vancouver. Tenho também uma conhecida carioca atualmente fazendo os cursos para se preparar para a prova.
Talvez aqui seja diferente !

Anonymous said...

Olá, me chamo Ana Paula, acho que este post deve ser por causa do meu outro comentário. Fato é que vc tocou no assunto que me aflige muito: a famosa equivalência da profissão. Sou advogada aqui no Brasil com planos de ir para Montreal. Estou ansiosa pela parte 2. Beijão e obrigada pelo post, vou poder ter uma base do aperreio que é, Ana

marcia piccoli said...

Oi Queila! Aguardo ansiosamente a parte 2, porque achei q vc fez faculdade de odontologia novamente pra poder trabalhar ai. Tambem sou dentista, mas queria fazer um curso de higienista, talves depois de um ano de Montreal, para ter um dominio melhor da lingua. Bjs Marcia

Monique said...

Oi Queila, não sabia que era tão difícil "regularizar" sua profissão aqui no CA. É para desanimar mesmo, mas ainda bem que vc encontrou outra alternativa. Aguardo parte 2. bjs,

Mirella said...

É... o pessoal da area médica sofre aqui no Canada. Tenho dois amigos medicos (uma brasileira e um sirio) que estão conseguindo exercer a profissão depois de uns 3 anos de estudos, exames, $$$ indo embora etc...
Mas não desanime, viu?
bjs

Kabum said...

Venha de lá essa parte 2, tou interessado na continuação

Philipe said...

oi queila...axei legal demais este teu blog...gostaria de entrar em contato com voce por e-mail, mas nao consegui o seu...o meu eh phipipe@hotmail.com

Queila said...

Oi Phillipe
O meu e-mail é queilalrs@hotmail.com

Anonymous said...

Olá, meun nome é Eduardo Timóteo e estou interessado em trabalhar como dentista em Vancouver, Toronto ou outra cidade que se fale inglês do Canadá. Se alguém puder me ajudar meu email é eptimoteo@yahoo.com.br. Muito Obrigado.

Anonymous said...

Blz Queila???
Olha só.
Uma colega dentista me passou o seu blog e eu li todo.
Tem uma pergunta principal que deve ser respondida: essa prova da ordem é para todos?
A prova nao é somente para brasileiros. Eu conheço aqui dentistas da Italia, do egito, e do vietna. Todos fizeram a mesma prova e passarm.
Vc ja viu como sao as questoes?
Sao objetivas. Estudou passou. Na primeira e segunda fase. Na terceira fase que eu acho a mais complicada pois a avaliaçao se aproxima da subjetividade mas os questionários clinicos sao estruturados. Ou seja, segue uma logica de aplicaçao.
Entao penso que nao é fácil como nao deveria mesmo ser e como estamos acostumados no barsil, mas nao é impossível.
Eles estao é certo eerrados somos nós que deixamos os nossos conselhos serem aquela bangunça que qualquer cachorro pode extrair um dnete, tenha nivel superior ou nao.
Mas eu tbm estou em Monreal.
Se quisermos poderemos estudar.
segue meu e-amil. igoralves1@hormail.com

Mademoiselle Framboise said...

Oi Queila!
Tudo bem?
Vc sabe se este curso tecnico pode ser reconhecido no Brasil?

estemarcel said...

Olá

estou a mais de uma hora procurando informações sobre o trabalho do Dentista em Québec e o seu Blog foi a mlhor informação que encontrei, bem realista. Sou dentita tb recém formado e moro no Paraná. A situação continua muito, mas muito ruim...
da vontade de sumir pra qqr canto.
Mas..
vejo que não é fácil
sucesso

Marcela said...

Muuuuuuuuuuuuuuito legal esse blog.
Quelia tomei a liberdade de te add no msn.

Bjus

Irajá said...

Queila
Se vc fizesse especializacao logo qdo imigraste vc poderia trabalhar somente na area de especialidade?

edson vander barbosa segal said...

Meu nome e Edson Vander e gostaria de reconhecer meu diploma na italia,pois tenho cidadania italiana, se alguem souber qualquer informacao a respeito, mande-me um recado: segala.segal@gmail.com

Anonymous said...

believed the majority repay your financial products when they're due and also devoid of effects
A top debt good cause wants the quantity of persons making use of them all meant for support about online payday loan credit card debts to be able to two-fold this kind of. credit debt charitable trust states that close to used all the payday, great appeal to loans at the moment. This nonprofit claims a couple of years past numerous shoppers using them ended up being simple.
kliknij ten link
pożyczki prywatne
pożyczki prywatne
pożyczka na dowód
pożyczka bez bik z komornikiem

http://pozyczkanadowod24.net.pl
http://szybkapozyczkaonline.com.pl
http://szybkapozyczkaonline.com.pl