Thursday, July 07, 2005

Viver em Quebec



Sempre recebo e-mails de pessoas interessadas em imigrar para Quebec. É claro que é muito dificil ter tempo de escrever para todo mundo mas até que eu tento. No entanto, com o passar do tempo me dei conta de que acabo sempre respondo ao mesmo tipo de perguntas.

Assim sendo, resolvi publicar uma resposta aqui mesmo no blog para que todo mundo possa saber, de uma vez por todas, o que eu penso sobre o assunto. ;)

Por favor queira notar que o que eu digo abaixo não é verdade absoluta. É apenas a minha opinião. Cada pessoa vive a experiencia da imigração diferentemente e forma suas proprias opinioes.

Quebec é realmente um lugar muito especial para se viver! Se alguém tem o sonho e a possibilidade de vir, o meu conselho é seguir em frente. A qualidadede vida é verdadeiramente incomparável.

Eu acredito que os maiores beneficiários de uma mudança como essa sejam os filhos. Eu ainda não tenho filhos mas parte da decisão de me mudar para cá foi a possibilidade de criar os meus futuros filhos (...bem futuros por enquanto) com um pouco mais de calma e sossego. Para uma familia que imigra junta, os pais são os que sofrem mais: saudades de casa, dificuldades com a lingua, adaptação e emprego. As crianças se adpatam mais facilmente e se sentem em casa muito mais rápido. A mudança é um sacrificio que os pais fazem pelos filhos. Especialmente nos primeiros anos.

Estejam bem cientes, no entanto, que vir morar no Quebec não é exatamente vir morar no Canadá. Me explico: a politica, a lingua, a mentalidade, a cultura, a historia são alguns dos fatores que fazem de Quebec uma provincia totalmente diferenciada. Os quebequenses muitas vezes não gostam nem ao mesmo de serem chamados de canadenses! Eu vivo muito bem com isso agora mas quando cheguei foi um choque. Afinal de contas, eu pensava que estava me mudando para o Canadá mas o Quebec é praticamente um outro pais dentro do Canadá e é bem diferente da idéia que geralmente temos da América do Norte.

O primeiro passo para a adptação aqui é falar francês. Na minha opinião, totalmente indispensável para quem quer aumentar as suas chances de encontrar um emprego rapidamente, fazer amigos etc. Meu conselho é começar a estudar o mais rápido possivel. É verdade, que o governo dá um curso gratuito para os recém- chegados, mas é melhor chegar já sabendo alguma coisa do que ter que começar do zero. Menos perda de tempo. Francês é uma lingua latina e para quem fala português o aprendizado até que é tranquilo.

Quanto a receptividade do povo quebequense não há do que se preocupar. Andando em Montreal dificil mesmo é encontrar alguém que tenha raizes aqui. As vezes tenho a impressão que todo mundo nasceu fora do Canadá ou foram os pais que imigraram para cá. Aqui em Montreal pode-se escutar incontáveis idiomas andando pela rua mesmo. Mas não se engane: saindo de Montreal em direção às cidades menores, a maioria é predominantemente branca, francesa e catolica. Já ouvi dizer que não é nadinha fácil se adaptar nesses lugares. Principalmente, para quem já vem de uma cidade grande no Brasil. A aceitação da comunidade à uma familia "diferente" é mais lenta e, às vezes, dolorida.

Quanto a qualidade de vida, a gente está cansado de saber que ter dinheiro no Brasil não te garante essa qualidade. E é exatamente essa a diferença. Ao chegar aqui, talvez você não terá um apartamento tão legal, nem um carro tão novo, nem poderá comprar tudo que estava acostumado no Brasil ou à ir com tanta frequencia à restaurantes. Mas você poderá tirar o máximo proveito do pouco que tiver, sem medo de ser roubado ou de ser vitima de violência. . Alguns às vezes se decepcionam por não conseguir comprar uma casa tão grande como aquelas que a gente vê nos filmes ou de ter que levar uma vida regradinha no principio.

Aqui você também é livre para não ser um workaholic. Geralmente, as pessaos se contentam em trabalhar não para fazer fortuna mas para poder aproveitar os bons momentos da vida. Na minha opinião, essa é a grande diferença entre o "capitalismo desenfreado" do resto da América do Norte e o "savoir vivre" do Quebec que se parece muito com o nosso jeitinho latino de ser. :)


Espero ter matado a curiosidade de alguns. Se alguém tiver mais duvidas pode mandar para o meu e-mail que quando eu tiver mais tempo faço um outro post como esse. ;)

Q

13 comments:

Ninne said...

Adorei seu post, Queila, temos a mesma opiniao:) Bom, nao moro nem nunca morei em Quebec, mas jah fui aih passear e amei. Memso o meu frances sendo murcho, me safei legal, porque o pessoal foi muito cordial. Mas com certeza pra morar eh bom ter mais que frances murcho!

Sobre seu comentario, eu ainda morro de vontade de ir ao espaco, e morro de medo ao mesmo tempo, ahahha. Acho que vou ficar na vontade mesmo:)

beijo!

Tatiana Prados said...

Olá Queila,
Muito bom esse seu post! Eu tb sou mais uma que pretende imigrar para o Quebec e sempre gosto de acompanhar seu Blog e ver essa percepção brasileira de Montreal no dia a dia...
Parabéns mais uma vez....e obrigada por matar nossa curiosidade e tirar nossas dúvidas!!!
Abraços,
tati
(tatinetto@gmail.com)

Franci said...

Parabéns pela iniciativa. Vc falou tudo que penso, desde que resolvi imigrar e muito da minha decisão foi pensada no futuro do meu filho.
Beijos,
Franci.

Luly :) said...

Oi, Q!

Adorei o post! Muito bom saber desses detalhes na visão de quem vive por aí!

Bjoca

Janaina said...

Oi Queila,
Muito legal o seu post! Há algum tempo acompanho o seu blog, pois gosto de saber a sua opinão, saber qual a sua visão do Canadá/Quebec. Pretendo imigrar em breve e o seu blog constantemente me tira algumas dúvidas referente ao país.
Obrigada pelas dicas...
Bjs.

Mauricio V. Almeida said...

Oi Queila. Posso ser o chato??? Vc quer apostar quanto que em menos de 2 posts vai aparecer alguem no seu Blog perguntando como é morar em Quebec ou no Canadá (sem sequer ter procurado uns posts abaixo)... A pergunta #1 para mim (no meu Blog) é se dá para viver como imigrante ilegal no Canada... Não sei, não quero saber mas acho que devo ter cara de imigrante ilegal!!! : ) Beijo.

Dani,Luiz e Annie said...

Oi Queila,

Parabéns pelo post informativo. Foi muito claro e tenho certeza que ajudou o pessola interessado em imigrar para Quebec. Pra mim foi ótimo.
Feliz dia do amigo!
Bjinho,
Dani.

robj6@hotmail.com said...

Ola
Achei otimo o seu comentario sobre Quebec, que espero conhecer um dia.
Você conhece algum site ou alguma forma de eu entrar em contato com brasileiros que vivem aí? E que pretendo viajar e trabalhar no Canada breve (não em Quebec pois nao falo Francês.
Obrigado.
Roberto

K... said...

Olá Queila, sou Kel, e estou procurando informações sobre Montreal, pois pretendo ir aí no final desse ano para estudar e por acaso encontrei seu blog. Achei interessante o que você escreveu e gostaria de saber se você pode esclarecer algumas dúvidas que tenho.
Eu estou me formando em Letras; optei pelo francês como língua e quero viajar para um lugar que fale francês para aprender, conhecer a cultura, etc. Estou pensando em ficar três meses, você acha que dá pra aprender nesse tempo, ou eu precisaria de ficar mais tempo?
Outra coisa, eu pensei em ir e arrumar algum emprego durante o tempo em que eu ficar aí, mas emprego informal, só pra me manter.. você acha que dá? É fácil arrumar esses empregos por aí??

Agradeceria muito se você pudesse me ajudar.
Atenciosamente,
Kel

Sergio said...

Gostei muito do seu post, eu estou participando de um processo de imigraçao para o Québec, na sua opinião qual a cidade que vc aconselharia, eu moro em Belo Horizonte, Minas.

Anonymous said...

Oi Queila, gostei muito da sua atitude em expor as qualidades do Quebec para tirar a curiosidade de quem esteja a fim de ir. Gostaria de saber se na área profissional, há espaço para publicidade, se há uma grande quantidade de agências, ou algo do ramo de publicidade ou Marketing que possibilite exercer a função. Obrigada. Abraços!

Raquel Carvalho said...
This comment has been removed by the author.
Raquel Carvalho said...

Gostei da forma sincera e inteligente que vc. usou para explicar o que é Quebec.Tenho lido muito sobre brasileiros que estão aí.Estou aposentada e sempre trabalhei como tec. em enfermagem mais gostarei de voltar a trabalhar nesse mesmo campo só que em outro pais.Como está a possibilidade desse trabalho aí? Abraços!!1